Vie Chrétienne

Petit traité de la Sainte Cène

Petit traité de la Sainte Cène

12,50 €

Son seul objectif : permettre aux croyants d’élever leurs cœurs vers le ciel, maintenir une participation à la substance du Christ, participation qui est communication avec le Christ par l’Esprit de Dieu.

Plus d'info →
Calvin. Œuvres

Calvin. Œuvres

53,50 €

Œuvres de Jean Calvin éditées par Gallimard dans sa célèbre collection La Pléiade en 2009 à l'occasion du 500ème anniversaire de la naissance du Réformateur.

Plus d'info →
The Catechism of Pierre Viret

The Catechism of Pierre Viret

$ 15.00eBook: $ 6.72

Viret's Catechism is an easy to read dialogue that gives the reader an introductory understanding of Christianity. 83 years before Westminster, Viret entitled his first section:
“The Chief End and purpose of the Creation of Man.”

Plus d'info →
Acheter chez Amazon
Apologia da Lei de Deus

Apologia da Lei de Deus

R$ 29,95eBook: $ 6.26

Num momento em que a lei de Deus, revelada no Antigo e Novo Testamentos, e que trata sobre a vida pessoal, conjugal, familiar, econômica, social, científica, política, etc., dos homens, é violada, ridicularizada e relegada — mesmo por quem Deus convocou para ser “sal da terra”, “luz do mundo” e “coluna e sustentáculo da Verdade” —, Jean-Marc Berthoud nos traz, nas páginas que se seguem, as razões cristãs, bíblicas, para retomar, ensinar e colocar em prática a lei dada por Deus, para que os homens andem nela.
— Pierre Courthial

Plus d'info →
Misticismo: Uma abordagem bíblico-histórica

Misticismo: Uma abordagem bíblico-histórica

R$ 52,72

Nossa época é marcada por aquilo que veio a ser chamado “deriva emocional”, a primazia dada ao sentimento sobre a razão e às paixões em relação à inteligência. Nossa civilização colocou a emoção em primeiro lugar. A consequência direta disso é a impossibilidade de qualquer discussão genuína, já que o debate civilizado exige certa reserva, uma suspensão temporária do juízo, com o intuito de permitir que as partes se entendam. Nosso tempo, em vez de ser a era do “diálogo”, da “abertura” e do “pluralismo”, não é senão a era do slogan, do espírito obstinado ao ponto da intolerância, do pensamento uniforme. Pode-se colocar assim a questão (se é que vale propô-la): “Como chegamos a um tal impasse social e cultural?”.
É, pois, a essa questão que a presente obra se endereça indiretamente. O cristianismo antigo privilegiava a verdade doutrinal, a discussão intelectual pormenorizada, a controvérsia, a refutação sistemática dos erros. Por conta disso, foi um poderoso instrumento educativo, um fator crucial para o desenvolvimento de uma alta civilização na qual a conversação, a discussão e o ensino desempenhavam um papel social eminente.

Plus d'info →